quinta-feira, 2 de abril de 2020

5 coisas que ando curtindo na internet

Hey, você
Como vai?
Faz algum tempo, né? de novo.

Hoje é meu 14º dia de quarentena. Entre esses dias todos já passei pela raiva, barganha, depressão e aceitação. Negação não teve porque, infelizmente, como pessoa bem informada, a gente já espera o pior mesmo. Nos primeiros dias eu estava morrendo de raiva de tudo, mas principalmente do nosso desgoverno federal que só faz a gente passar nervoso e vergonha.

Confesso que achei que seria bem mais fácil, já que eu gosto mesmo é de ficar em casa com o mínimo de interação social possível (INFP, né?), mas acontece que é muito diferente fazer isso porque quer e fazer porque precisa. Tem toda uma pressão psicológica com a qual eu não estava preparada pra lidar. Some-se a isso ansiedade e depressão e voi lá! Desastre.

Levou um tempo pra me adaptar a uma nova rotina, parar de me culpar por não conseguir fazer tudo o que eu havia me proposto no ritmo desejado, e por fim relaxar um pouco pra cuidar primeiro da minha saúde física e mental, e assim ficar bem pra cuidar de todo o resto.

Repito que foi mais difícil do que eu pensei que seria, mas a gente tem que se acostumar e parar de se culpar. No meu caso, a pressão é interna mesmo, por produtividade, pra sentir que estou fazendo algo de útil, porém nos primeiros dias o que eu mais fiz foi ficar alternando entre olhar pras paredes e pra tela do celular, pensando que deveria estar fazendo algo de útil, mas completamente incapaz de ir lá fazer essa tal coisa útil.

Primeira coisa sempre que fico muito tempo em casa geralmente é limpar, porque eu simplesmente não consigo ficar em paz em um ambiente sujo. Com a bagunça eu consigo conviver, mas com sujeira é uma agonia. Depois disso comecei a procurar coisas pra fazer no computador / celular mesmo que não fossem necessariamente coisas úteis, pra me ajudar a lidar ou simplesmente me distrair.


Ghibli na Netflix
Finalmente os filmes Ghibli estão disponíveis na Netflix! Se você ainda tem alguns (ou muitos) filmes que ainda não viu, aproveite!
Meu favorito atualmente é O serviço de entregas da Kiki, mas acho que o favorito de todos os tempos continua sendo A viagem de Chihiro. É visualmente o filme mais bonito do Ghibli.
À propósito, vocês sabiam que se pronuncia Gíburi e não Guibli? Que coisa, não?


Páginas esteticamente prazerosas
Se você é um pouco parecida comigo, redes sociais fazem a gente se sentir ligeiramente - ou muito (como tem sido o caso ultimamente) - ansiosa. O ideal mesmo é se desligar um pouco, mas se você não consegue ou precisa usar pra trabalho, por exemplo, encher a timeline de coisas agradáveis e não desesperadoras pode ser uma boa idéia.
Eu gosto de paisagens do campo e decoração de interiores no estilo shabby, então pra mim esse é o tipo de página certa pra curtir.


Thematic
Descobri esse site vendo os vídeos da Michelle Phan (aka rainha do YouTube e da internet todinha).
Os artistas mandam as músicas para a aprovação do site e eles fazem uma seleção. É um site onde você pode fazer download de músicas para seus conteúdos de youtube e instagram gratuitamente, mas eu gosto de ouvir enquanto faço outras coisas. Talvez as músicas não sejam o estilo de todo mundo, mas... bom, eu gosto.
Também dá pra filtrar por tipo de vocal, ritmo e etc., então não custa dar uma olhada. Também comecei a seguir vários dos artistas que mais gostei na plataforma, mas o meu preferido é de longe MYSM.


Cursos da Faber Castel
A Faber Castell disponibilizou 18 cursos gratuitos para esse período de quarentena. Nos primeiros dias o site devia estar sobrecarregado porque não estava conseguindo acessar, mas normalizou.
Tem cursos com atividades pra fazer em família também, muito legal pra quem tem criança em casa.
No momento estou fazendo os cursos de lettering, mas pretendo fazer os de aquarela também. Ah! Eles mandam certificado :)


Pinterest
Old but gold. Nada como ficar salvando um monte de projetos que nunca vou fazer pras horas passarem. A gente chega procurando gráfico de ponto cruz e sai com vários projetos de decoração pra casa, receitas fitness e tutoriais de desenho. Adoro.


Espero que vocês gostem dessas dicas e que elas ajudem vocês a passarem o tempo com um pouco mais de leveza.

Por fim: tá tudo bem se não tá tudo bem.
Estamos vivendo em meio uma pandemia, e embora a gente tente achar uma "normalidade" que nos permita viver sem enlouquecer, também temos que entender que o conceito de "normal" vai ter que ser mais flexível daqui pra frente.

Pensei em fazer outra listinha com coisas que eu faço fora da internet, mas acho que a maioria delas é minha neura de ser produtiva, sabe? Mas se interessar, me avisem que posso fazer.

Confesso que cogitei até voltar a gravar vídeos pro youtube, mas já desisti de novo haha


Quer continuar vendo mais posts como esse? Me apoie no ko-fi e no patreon

quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

10 ideias erradas sobre lolita

Lolita é frequentemente um estilo muito mal compreendido, muitas pessoas pensam um monte de coisas diferentes a repeito, e nem todas estão remotamente perto de serem verdade! Eu tenho certeza de que qualquer um que já usou o estilo várias vezes em público, ou mesmo alguém que simplesmente ama fazer a ocasional busca no Google por "lolita" já ouviu uma algumas dessas coisas sobre a elas e o estilo que gostam tanto. Os equívocos a seguir são aqueles que eu já ouvi com frequencia, seja ditos diretamente para mim, ou falado em fóruns em que as pessoas não achavam que lolitas estavam ouvindo! É claro, nem todo mundo fora se lolita se sente dessa forma, mas esses são apenas alguns dos equívocos mais negativos ou generalizantes que algumas pessoas parecem ter sobre a moda lolita, assim como um pouco de reflexões, um pouco de reclamações, sobre o por que de pessoas se sentirem dessa forma sobre lolita.


1) É chamado de "Lolita", que também é o título de um livro sobre uma garotinha sexualmente precoce, então deve significar que as pessoas que usam lolita o fazem porque querem atrair pedófilos!

Provavelmente o equívoco número 1 sobre a moda lolita é que nós devemos ser todas iscas para pedófilos simplesmente por causa do nosso nome. Ouvir coisas assim sempre me faz balançar a cabeça em descreça, embora eu tenha ouvido uma reclamação muito similar mesmo antes de descobrir lolita, o bom e velho "Gótico!? Você é tão estúpida, você não sabe que Gótico significa um estilo de arquitetura/era uma tribo de invasores? Como você pode vestir arquitetura/invasores!?" Honestamente, a descrença vem do fato de que acho difícil acreditar que as pessoas que dizem coisas assim realmente já leram o livro Lolita, ou saibam qualquer coisas sobre arquitetura clássica ou História Romana. Vou receber um sermão sobre o sentido original de "dizimar" também?
O negócio é o seguinte, eu sei sobre o que é o livro Lolita, eu realmente já li. Eu também sei que o termo foi cunhado anos atrás em um país em que inglês não era a língua oficial que frequentemente usa palavras em inglês de formas que nós não usamos. Eu também sei que algumas vezes as palavras tem múltiplos significados e que algumas vezes, com o passar dos anos, o significado das palavras muda para significar diferentes coisas.

Anos atrás, por qualquer razão que seja, a palavra Lolita foi forjada para descrever nosso estilo. Por que? Eu honestamente não sei. A especulação é que "lolita" traduz-se vagamente para significar "menina jovem" e então foi aplicada àquele gripo de garotas se vestindo no que parecia ser um estilo de meninas jovens, "Lolita" sendo um nome feminino estrangeiros e a moda frequentemente pegando inspiração de estilos mais ocidentais de roupas juvenis e menos tradicionalmente japoneses, o nome ficou. Para que fique registrado, lolita era muito diferente em meados dos anos 90 (que é registro mais antigo que notei o termo "Lolita" sendo usado para descrever a moda) do que é hoje, então a ideia atual do que uma lolita deve parecer, na verdade se parece muito pouco com o que quer que seja que fez com que as pessoas quisessem chamar isso de lolita em primeiro lugar.


2) Lolitas amam anime, elas devem amar se estão sempre vestidas como personagens de anime!

Acredite ou não, lolitas na verdade tem muitos interesses diferentes. Algumas amam anime, algumas não ligam pra isso, muito poucas estão usando lolita somente por seu amor por anime.
Lolita não é uma invenção do anime, muito pelo contrário, na verdade lolitas estão nos animes porque era um estilo do mundo real primeiro. Dizer que as pessoas usam lolita porque ocasionalmente aparencem em anime é a mesma coisa que dizer que as pessoas pintam seus cabelos em cores fantasia só porque personagens de anime frequentemente tem cabelo colorido.



3) Todas as lolitas não são completamente obcecadas com a moda a ponto de construírem um estilo de vida ao redor disso? Elas não vestem lolita constantemente enquando bebem chá em sua cama cor de rosa coberta de bichos de pelúcia enquando ouvem música clássica?

Não, longe disso. De novo, lolitas na verdade tem muitos interesses diferentes, assim como pessoas normais, não existem duas lolitas que sejam exatamente iguais. Enquanto algumas lolitas escolhem usar o estilo tanto quanto possível e viver o Lolita Lifestyle, para a maioria das lolitas o estilo é realmente só isso, só um estilo. Um estilo fabuloso e cheio de babados que elas gastam centenas e centenas de dólares com, mas ainda assim um estilo.


4) Eu achei que lolitas deveriam ser educadas e gentis o tempo todo!

Esse é geralmente o clamor de alguém que, entrando em uma comunidade online lolita pela primeira vez, de alguma forma dá um jeito de se meter em uma discussão com alguém e fica completamente chocado ao descobrir que *gasp* lolitas estão argumentando de volta e geralmente não são feitas de cupcakes, gatinhos e arco-íris. Sim, acredite ou não, a maioria das lolitas não está em modo educado perpetuamente, pelo menos não mais do que qualquer outro ser humano comum.

Esse fato frequentemente é usado para tentar envergonhar lolitas: "Para um monte de garotas vestidas de maneira tão bonita, vocês certamente agem de forma feia, tsc tsc." Francamente, essa suposição é uma completa bobagem. Nós não somos apenas lolitas, mas também somos, mais ou menos, pessoas normais. Nós não estamos jogando um jogo super restrito de interpretação de personagens quando colocamos uma anágua. Você não criticaria um gótico por sorrir, um hippie por usar sapatos, ou um punk por se engajar em uma atividade que não envolva jogar tijolos em janelas, então por que tentar embaraçar uma lolita no instante em que ela pisa fora do clichê lolita?


5) Lolita veio do Japão, então só é ok quando asiáticas usam o estilo

Eu realmente odeio ouvir isso. Eu especialmente odeio ouvir isso quando nós somos, em geral, pessoas perfeitamente agradáveis de se ter ao redor. Isso sempre soa tão, bem, racista. "Oh, bem, é okay quando aquelas pessoas japonesas malucas que se parecem com anime da vida real usam lolita, é o que eles fazem lá, mas quando pessoas normais usam, é apenas esquisito!". Não há absolutamente nenhuma razão por que pessoas não-japonesas não possam usar lolita. Lolita não é, de forma alguma, uma forma tradicional de vestimenta japonesa, mesmo que seja amplamente inserida em sua cultura pop, então você não pode nem mesmo usar o argumento de que é desrespeitoso com a cultura deles usar isso. Pessoas ao redor de todo o mundo, de todas as diferentes raças, usam lolita fabulosamente.


6) A maioria das lolitas não tem a confiança, não são estilosas o suficiente, ou não tem a aparência certa para usar roupas "normais", então elas usam lolita para se sentirem bonitas, porque elas não podem de outro jeito.

Um equívoco que muitas subculturas alternativas encaram, não apenas lolita. Quando alguém se veste de maneira estranha, algumas pessoas acham que é porque é a única opção para eles, por qualquer razão que seja. Mesmo se isso fosse verdade, que lolita fosse usada somente por pessoas que estão apenas tentando encontrar uma maneira de se sentir bonitas ou especiais, o que teria de tão errado nisso?
Muitos de nós queremos nos sentir especiais de um jeito ou de outro, por que alguém deveria dizer que deveria haver uma linha (ao menos no que concerne à moda) que você não pode cruzar para se sentir dessa forma? Se usar Sugary Carnival e um chapéu em formato de carrossel é a única maneira que você pode pensar que te fará feliz, ninguém tem realmente o direito de dizer "Não, isso já é demais! Mergulhe na sua miséria até encontrar algo socialmente aceitável que o fará feliz."

Embora lolita possa não estar pipocando nas revistas de moda comercial, insistindo que todo mundo compre o mais novo vestido da Angelic Pretty, ou como conseguir aquele look Juliette et Justine a preço de Bodyline, ainda assim pode ser tão desafiador criar combinações únicas como é em qualquer tendência atual ou mesmo alta costura, e usualmente é necessário duas vezes mais coragem para usar mesmo o mais simples look lolita com confiança do que para os estilos mais comerciais. Então, dizer que uma lolita não sabe nada de moda só porque ela não está usando uma moda com a qual você está acostumado é apenas tolo, e eu gostaria de ver as fashionistas que desdenham de lolita tentar montar um coordinate criativo usando o guarda-roupa de uma lolita sem se parecer com uma completa bagunça.


7) Lolitas são pessoas que estão tentando reviver sua infância. Ou porque implicavam com elas ou eram abusadas quando eram crianças, ou tem um fetiche sexual por isso.

Coisas como vestidos volumosos, a cor rosa, e maria chiquinhas são frequentemente sinônimos de roupas de meninas pequenas (apesar do fato de, cada vez mais, parecer que as meninas se vestem como pequenos adultos hoje em dia!) algumas pessoas fazem a suposição de que nós devemos, portanto, querer ser crianças de novo. A verdade é, a maioria das lolitas está perfeitamente satisfeita com sua idade atual, e aquelas que realmente se vestem de maneira infantil, são apenas uma das muitas facetas da moda lolita.

Eu realmente não sei por que as pessoas assumem que uma infantilidade no estilo é ou o resultado de um passado negro e enterrado, ou um fetiche secreto, mas é outra coisa que parece frequentemente ser o caso com subsculturas e modas alternativas, que quando alguém vê alguém usando algo estranho é por uma razão estranha, não porque a pessoa vestindo aquilo apenas gosta da maneira como parece.


8) Lolitas amam atenção e só querem que as pessoas encarem o quão estranhas elas parecem, por que mais alguém usaria algo assim?

Essa é outra daquelas coisas que me fazem sacudir minha cabeça em descrença, a ideia de que apenas as pessoas que se vestem "estranho" querem que as pessoas olhem para elas. Quase toda tendência de moda na moda casual e comercial parece ter como propósito conseguir a atenção das pessoas. Entre em qualquer loja de roupas e você encontrará uma tonelada de camisetas ou com dizeres engraçadinhos para provocar uma resposta das pessoas, proclamações diretas do que você pensa de si mesmo, que tipo de pessoa você está procurando atualmente, ou anunciar em voz alta suas bandas / filmes / hobbies favoritos; abra qualquer revista de moda e você as encontrará repletas de artigos sobre como fazer você se destacar em uma multição da maneira mais tendência possível. Se se destacar é aparentemente um crime, por que mais revistas de moda não estão falando sobre o vestido saco mais discretos e disformes para usar nesse verão e por que não há mais lojas de roupas dedicadas completamente a calças utilitárias de moletom cinza extra grandes?

Todo mundo parece obcecado em chamar atenção para si mesmos, mas se essa atenção vem de um estilo fora do comum, então de repente é atenção ruim. Exceto que, na maior parte do tempo, aqueles de nós que saímos por aí e nos vestimos "estranho" estamos fazendo isso apenas para nós mesmo, não para que os outros olhem para nós, mas porque nós realmente amamos essa aparência e nos sentimos no nosso melhor quando vestimos alos que amamos completamente. A maioria de nós na verdade não adora quando estranhos gritam coisas estúpidas e obcenas para nós, na verdade, algumas pessoas odeia tanto esse tipo de atenção que tem medo de usar o que amam.


9) Apenas garotas ricas e mimadas pode ser lolitas! Elas devem apenas ficar sentadas o dia todo comprando roupas online com cartões de crédito que a mamãe e o papai pagam, de que outra maneira elas poderiam ter coisas caras que levam mais de um minuto para vestir?

Acredite ou não, algumas pessoas realmente tem empregos. Empregos que usam para conseguir sustentar as coisas que elas gostam, como usar roupas. A vida não é gasta trabalhando 24h por dia 7 dias por semana ou completamente devotada a brincar de se vestir. Embora lolita realmente demande um pouco de dedicação, a maioria das lolitas são completamente capazes de gerencias seu dinheiro e seu tempo para que consigam encaixar as roupas em seus orçamentos, e a moda em suas vidas. Além do mais, lolita não leva um tempo tão grande para vestir.


10) A moda lolita é muito rigorosa! Há regras para tudo! Como você pode se expressar se você tem que se lembrar de mil regras estúpidas sobre como você deveria parecer!?

Eu sinto que essa pode ser a opinião de alguém que pensou que poderia gostar de lolita, experimentou, e achou difícil demais, e agora tem essa visão amarga da moda. Embora, sim, hajam "regras" para lolita, também há "regras" para qualquer outro estilo de moda possível por aí. Afinal, você não de diria que você é uma "garota tipo jeans e camiseta" se você raramente usasse jeans e camisetas, então na realidade, há regras para algo tão simples quanto isso também. Enquanto as regras gerais de lolita sejam às vezes um pouco mais complicadas que outros estilos, elas são bastante generosas e podem ser facilmente dobradas ou até mesmo quebradas se você tiver um domínio até mesmo moderado do estilo.

Com relação a se expressar enquanto se é limitada a um certo conjunto de regras, bem, a moda lolita não é a única maneira que lolitas se expressam, na verdade, quase todo mundo encontra outras maneiras além de apenas suas roupas para se expressar. Só porque é difícil de combinar com um moletom anunciando sua banda favorita para o mundo (veja equívoco número 8) não quer dizer que lolita está necessariamente tentando te sufocar sob uma camada de renda, anáguas e regras estritas sobre comprimento da saia.


Créditos:
Post original:
10 Misconceptions About Lolita
Tradução: Ichigo

Quer continuar vendo mais posts como esse? Me apoie no ko-fi e no patreon
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...